Mau-caratismo e oportunismo: a gente vê por aqui

October 18th, 2013 by declev

Ora ora ora, afinal, grandiosa corporação globo, o que são os presos políticos?

Eles são “vândalos” ou eles são “manifestantes”?

Ou a percepção muda a cada momento e de acordo com a conveniência?

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Ex-assinante do globo, porque não dou um tostão à imprensa de merda

Setenta vândalos presos

31 manifestantes

Oito manifestantes são libertados do presídio de Gericinó - Jornal O Globo - Google Chrome

Vídeo: cavalaria, bombas, balas… Rio de Janeiro em plena ditadura

June 23rd, 2013 by declev

Quem envia a cavalaria para uma manifestação?

Quem joga bombas em manifestantes ajoelhados com as mãos para o alto?

Quem começa o terror com a intenção de tocar o terror?

Quem joga bombas de “efeito moral” em idosos que protestam por cidadania, com FLORES nas mãos?

Quem espalha gás lacrimogênio dentro do metrô? (não, não é um extremista japonês!)

Quem apaga as luzes da cidade para melhor espalhar o terror e não ser filmado em sua violência?

Quem é que se espalha pela cidade, saindo do local das manifestações, jogando bombas em qualquer cidadão, mesmo que dentro de um restaurante?

Quem é que responde a gritos de protestos com bombas, sem nenhum equilíbrio emocional, fundamental para o cargo?

Quem é que joga bombas à esmo, como uma criança joga estalinhos pelo chão?

Isso mesmo: O GOVERNADOR DO RIO DE JANEIRO, de dentro de seus bunker/escritório, utilizando-se da POLÍCIA FANTOCHE!

Agora, quem é que TROCA DE ROUPA, retirando o uniforme?

Para quê?

Para se infiltrar no meio do povo incitando a violência e vandalismo para que esta violência e vandalismo possa servir de desculpa para a sua própria violência e vandalismo???

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Rio de Janeiro Sitiado

 

Se joaquim barbosa é o herói de vocês, estamos mal de heróis

June 22nd, 2013 by declev

Com esta onda “nacionalista” e “sem partido”, o senhor joaquim barbosa foi alçado – aliás, como já vinha sendo – à condição de bastião da moral e dons bons costumes e salvador do Brasil.

É celebrado como um possível novo presidente do Brasil (ao menos candidato ele pode ser).

Mas, para mim, as pessoas que são absolutas “nacionalistas” e “sem partido” são das duas uma: ou muito inocentes, ou fascistas antidemocráticos.

Ora, esses mesmos inocentes / fascistas / antidemocráticos que querem ter o direito de “se manifestar” e de não ter partidos, tira o direito dos outros de terem partidos e se manifestarem neste sentido, chegando à violência física e à queima das bandeiras que portavam.

Isso não é, por si só, uma aberração?

Mas este artigo não visa falar disso. Visa abrir os olhos desta galera inocente / fascista / antidemocrática em relação ao seu herói.

Pra começar, ninguém conhecia este herói. Ele apareceu quando fincou pé no mensalão. Ele foi implacável contra os mensaleiros!

Apesar de diversas fontes apontarem falhas nos processos – inclusive outros Ministros – ele foi implacável.

Para mim, isso é sinal de perseguição política, não de honestidade a toda prova.

Por quê?

Ora, a pergunta correta é: por que somente o mensalão do pt?

E os outros casso? Nada? Essa sempre foi minha dúvida em relação a este caso.

E agora, veja a notícia que é divulgada:

 Joaquim Barbosa e procurador-geral da República escondem provas capitais para o julgamento do ‘mensalão’.

Você sabia disso? Aposto que não. Então leia com atenção o artigo do link acima.

Para além disso, ele é visto como alguém preocupado com o dinheiro do povo, com o erário, certo?

Mas, você sabia que a reforma do banheiro dele custaram 90 mil reais?

Ãhn, o quê, como? 90 mil reais para reformar banheiros de alguém que se preocupa com o dinheiro público??

Vejamos algumas partes do texto do link acima:

“O STF (Supremo Tribunal Federal) gastará R$ 90 mil para reformar, com material de “primeira qualidade”, os quatro banheiros do apartamento funcional que o presidente da corte, Joaquim Barbosa, ocupará a partir de julho. (…) O presidente do STF decidiu mudar do apartamento funcional que já ocupa na Asa Sul, em Brasília, para um mais amplo, de 523 metros quadrados, na mesma região. (…) Na presidência do STF e do CNJ, Barbosa adota um rigoroso discurso de contenção de despesas do Judiciário.”

Bom, vamos continuar. O bastião da honestidade e o que faz um “rigoroso discurso de contenção de despesas do judiciário”, agora… manobra para estourar limite fiscal e triplicar gasto do CNJ com pessoal!!!

Vejamos um detalhe do texto:

“Sem conseguir nos bastidores emplacar no Congresso mudanças na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Joaquim Barbosa, quer editar resolução que praticamente triplica o limite de gastos do órgão com o pagamento de pessoal.”

Aí, a folha – aquela da “ditabranda” – divulga pesquisa feita durante as manifestações em que o joaquim barbosa é o preferido dos entrevistados para a presidência da república.

Ora, mas ele nem é candidato!

Isso não é problema, pois o PARTIDO MILITAR diz que vai convidar o distinto para ser candidato.

O quêêêêê?!? Partido Militar?!?!

Isso mesmo!

É isso o que vocês estão plantando.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Atento

 

Compilação do ataque da polícia a civis inocentes no Rio de Janeiro sitiado

June 21st, 2013 by declev

Nesta quinta-feira, dia 20 de junho de 2013, o Rio de Janeiro, aderindo às mobilizações nacionais, fez uma manifestação pacífica reunindo, com certeza, mais de um milhão de pessoas, tomando a Presidente Vargas, no Centro da cidade.

Depois, pra variar, a confusão começou e a polícia simplesmente meteu o cacete em todo mundo.

Fiz uma compilação de diversos vídeos para a gente analisar.

Vejam que, no primeiro bloco, está a polícia baixando o sarrafo em qualquer manifestante que NÃO ESTIVESSE FAZENDO NADA.

Na sequência, uma série de vídeos de um monte bandidos filhosdaputa saqueando lojas, quebrando tudo à esmo.

Neste caso, cadê a polícia? Onde ela estava? Por que não coibia os vandalismos?

Ah, sim, a polícia estava nos primeiros vídeos, metendo balas de borracha e bombas de gás em cima de pessoas que nem estavam em manifestação nenhuma!

Truculência da polícia:

Agora, cenas de vandalismos e, como vocês poderão perceber, nenhuma ação policial contra eles.

Serão seus “colegas”???

E algumas denúncias pelos jornais:

http://oglobo.globo.com/blogs/foco/posts/2013/06/21/denuncias-de-truculencia-da-policia-nos-protestos-do-rio-500760.asp

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2013/06/20/bope-e-choque-fazem-limpeza-no-centro-do-rio-e-pm-pede-que-populacao-evite-as-ruas.htm

CPI dos Transportes e prisão dos corruptos já!!!

June 20th, 2013 by declev

CPI dos Transportes e prisão dos corruptos já!!!

O Rio de Janeiro está nas mãos de vendilhões, perpassando por todos os poderes.

o Rio de Janeiro está sendo vendido (ou dado) a empresários e suas ramificações.

Vejam essas notícias e tirem suas conclusões.

A luta que ocorre hoje, tem que ter foco: FORA CORRUPTOS!

Companhias e empresários de transportes entre os maiores devedores trabalhistas do país.

Apenas quatro empresários concentram um terço do transporte rodoviário no Rio.

Constantino, Setti Braga, Jacob Barata: os barões dos transporte no Brasil.

No Rio, há pouca transparência sobre lucro de empresas de ônibus.

Não dá pra continuar assim!!!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Meritocracia e merecimento

June 2nd, 2013 by declev

Desigualdade

Sempre me vêm à cabeça essas diferenças demonstradas neste cartum genial (que não sei o autor, infelizmente) quando escuto o discurso escroto e simplista do “merecimento“, a conhecida meritocracia.

Quer entrar pra universidade, estude” é um deles.

Quer ter dinheiro, trabalhe” é outro.

Quer subir na vida, faça como eu: trabalhe” é de uma escrotidão só.

Os escrotinhos que têm isso na ponta da língua se esquecem que desde o nascimento as pessoas são desiguais, têm oportunidades desiguais, alimentação desigual, moradia desigual, desenvolvimento desigual, são olhadas de forma desigual, sofrem preconceitos desiguais.

Mas, depois, se quiserem ser iguais tem “que merecer”.

Tá bom.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Não tenho do que reclamar

Sobre preconceito. E assim morrem cisnes e Johns Lennons da Silva

May 19th, 2013 by declev

O preconceito – a palavra já diz: pré conceito – é, resumidamente, você tirar conclusões precipitadas com poucas informações.

E as conclusões que se tira de um preconceito, geralmente são negativas.

Todos nós temos nossos preconceitos, todos. Isso porque a vida nos leva a ter, nossa educação, o meio em que vivemos, a briga pela sobrevivência, o dia a dia, tudo nos leva a ter preconceitos.

Mas, o que nos faz pessoas de caráter, o que nos faz pessoas decentes é o que fazemos com ele.

Não deixá-lo vir à tona ou cuspi-lo boca a fora?

Lutar contra ele ou abraça-lo e acha-lo nosso amigo?

Ir matando-o diariamente, contidianamente, ou fazer com que ele guie nossos pensamentos e ações?

Isso é nossa escolha.

Vejam este vídeo e reflitam sobre um caso explícito de preconceito.

Ora, o que um moreninho de nome John Lennon da Silva, com roupas de grunge-rapper-emo quer neste palco?

Dançar?

Ora, como dançar com estas roupas e com este nome?

Dançando.

É pra isso o programa: para dançar. E não para usar roupas assim ou assado; e não para reparar no nome de quem vai lá; e não para ficar debochando da cara dos outros.

O que faz isso acontecer é o nosso preconceito.

O mesmo preconceito que nos faz achar que “na favela só tem bandido”. E, daí, pode-se sentar o dedo e mandar bala.

Os honestos, os bons, os justos, os decentes brigam contra seu preconceito e o afogam e o matam e o sufocam, não deixando ele tomar conta de suas palavras e de suas ações.

Os outros… fazem esta sociedade de merda que temos.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Em luta constante

Auto de resistência forjado – Jeito brasileiro de “fazer polícia”

May 16th, 2013 by declev

Sou um contumaz crítico da polícia brasileira.

Não porque eu seja contra A polícia ou contra OS policiais.

Entenda-se: sou contra o jeito brasileiro de fazer polícia.

Sou contra a infestação de criminalidade que assola a polícia.

Ninguém pode negar isso, nem mesmo um policial.

Aliás, os policiais honestos, que sim, existem, deveriam ser os primeiros a ir contra essas bestas que tiram a credibilidade da instituição.

Mas, o que vemos são os policiais e os seus diretos – parentes, amigos, etc. – irem à defesa de TODOS os policiais, independente de todas as notícias BIZARRAS que vemos diariamente.

Todo mundo conhece a piada do porco, no concurso da melhor polícia do mundo? Veja este post em que eu a conto.

Pois é, é assim que se “faz polícia” no Brasil dos Absurdos.

Vamos a um exemplo. Bizarro:

Vídeo mostra polícia forjando auto de resistência em favela

Vídeo mostra policiais civis forjando auto de resistência em favela do Rio

Pra quem não sabe, “auto de resistência” é quando alguém morrem em combate.

“A polícia matou 5 pessoas. Corpos foram movidos de lugar e um teatro foi montado.”

Veja que os policiais sentam o dedo atirando dezenas de vezes para baixo, FODA-SE quem estivesse pelo caminho.

Ora, quantos morrem de bala “perdida” por aqui?

E, por acaso, vocês acham que essas balas perdidas vêm somente das armas dos bandidos sem farda??

“Eu não lembro desse cara lá não!” – fala um de farda.

“Ele tava, mas não com a arma, ele tava no meio” – diz o outro.

Foda-se, mata-se assim mesmo e diz-se que é “auto de resistência”.

AUTO DE RESISTÊNCIA com todo mundo correndo e sem armas?!?!!!

E você, filhodaputaclassemédiademerda, acha que “era tudo bandido”?

É assim, correu, é bandido?

Então, eu pergunto de novo, seu merdaclassemédia, E SE FOSSE VOCÊ ali na rua, com um helicóptero chovendo balas, você iria correr, ou ficar parado???

Você ia morrer como um bandido, com uma arma postada em suas mãos, dando desgosto pra sua família e com a cara estampada em um jornal de segunda.

Não sei onde vamos parar, mas uma coisa eu sei: violência gera violência.

Talvez sejamos uma sociedade tão violenta justamente porque o que se dá a ela é a violência pelo próprio poder público, e não o inverso.

Para mim, pessoas que entram armadas na casa dos outros, matam e ainda por cima fazem um teatro pra mudar a história, não são heróis nem mesmo deveriam se chamar polícia.

São bandidos.

Independente dos outros bandidos, são bandidos.

E, detalhe: possivelmente têm mais desprezo pela vida humana que os outros bandidos.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Nojo de ver as imagens

ps.: como eu sei que nem todos são assim, peço antecipadamente desculpas aos policiais honestos.

Morte de matemático e a grande classe média

May 6th, 2013 by declev

Mais uma vez, tenho que vir ao meu espaço de vômitos, falar sobre a merda de classe média que assola este país.

Talvez este seja exatamente o grande problema do Brasil dos Absurdos: a sua classe mérdia média.

Um povo besta que acha que bandido bom é bandido morto e que na favela só tem bandido.

Ou seja, que todos morram.

Mas um povo que não perde uma chance de ganhar uma boquinha de um empreguinho mamata; que não perde a chance de burlar um imposto (sim, absurdo no Brasil, mas isso é outra história); que sempre acha que é melhor que os outros – vide o famosíssimo “você sabe com quem está falando?”; que adora dar uma carteirada; que avisa pelo twitter onde tem Lei-Seca; que é extremamente preconceituosa, apesar de dizer o contrário; que não respeita uma regra de trânsito, passa em sinal vermelho, fura a fila de carros pela esquerda, nunca usa a seta…; que fura fila; que não devolve troco; que furta em lojas; que adora uma maracutaia; que…

Enfim, todo mundo só quer se dar bem.

Aí o Brasil, claro, fica esta bosta.

Aí, essa mesma classe média quer o bandido morto a todo custo.

Hein?!

Que bandido? Ele mesmo? Claro que não, só os pretos e pobres!

Bem, não tenho visto televisão ultimamente, por asco. Mas eis que meu feed de notícias do Facebook é invadido por congratulações dantescas à polícia – sim, à mesma polícia que é das mais assassinas do mundo e que joga spray de pimenta em criancinhas e em cachorros – por conta da morte do traficante matemático.

Morte de matemático Morte de matemático 2

Dirão que a militar é diferente da civil. Ok, que seja.

Mas eu não me aguento com esta auto-intitulação “cidadão de bem”.

Nada mais contraditório do que o “cidadão de bem” que adora armas e mortes

No mais, minha indignação não é porque a polícia matou o traficante, mas pela forma que ele o fez.

Forma esta que é absolutamente ignorada pela classe mérdia média que se arvora em parabenizar o feito.

Eu vi até comentários do tipo “pessoas foram colocadas em perigo, mas por uma boa causa“.

Ãhns?!? Quê?!?

E SE FOSSE NA TUA RUA??????

E se fossem “suas” pessoas?

Quer dizer que um helicóptero sobrevoando a favela dando tiros – que, lógico, com a boa pontaria da polícia brasileira, vários pararam nas casas e pela rua – é “efeito colateral”???

Mas, e se fosse na rua onde a classe média de merda mora?

Se fosse na tua?

Se fosse na tua rua, quando você estivesse passando junto com seus filhos????

Já pensou nisso?

Não, não pensou. Porque a classe média brasileira não pensa.

Fede.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Classe média

ps.: Quer me rebater? Quer me responder? Então escreva nos comentários SOMENTE se a sua resposta for sim a esta pergunta:

*** Você acha que teria sido uma boa operação da maravilhosa polícia se isso tivesse ocorrido na sua rua, em frente à sua casa, com tiros chovendo em seu telhado, onde sua família mora e anda no dia a dia? *** [Lembre-se: há bandidos por toda parte, inclusive na tua rua]

Pense nisso. Pense em você passando pela rua com seus filhos ou dormindo em sua casa e um helicóptero sobrevoando sua rua dando tiros para baixo, caindo em qualquer lugar, inclusive em seu telhado.

Se sua resposta for sim, mas com sinceridade, escreva.

Se tua resposta for “não”, me esquece.

O Caos e o Cosmos

May 1st, 2013 by declev

Mitologia Grega

Artigo recebido do amigo André Raeder, que venho há tempos convidando para se tornar um colunista do Brasil dos Absurdos, pela sua apurada percepção da sociedade.

Espero que gostem do primeiro de muitos.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

O Caos e o Cosmos

Os pré-socráticos entendiam o mundo formado por quatro elementos primordiais: Terra, Água, Fogo e Ar. Sobre esses elementos atuariam duas forças fundamentais: o Amor e o Ódio. O primeiro teria o poder da união, da fusão desses quatro elementos. O segundo, ao contrário, teria a capacidade de desagregar, de promover a repulsão, de desunir. O Amor, ao unir as partes, faria com que o Caos se transformasse em Cosmos (o todo organizado e belo), enquanto o ódio desagregador perpetuaria a desorganização inicial de tudo.

A belíssima mitologia grega, se não se aplica, talvez possa servir de auxílio poético para o entendimento da caótica realidade brasileira, ou ao menos emprestar-lhe algum sentido, pois basta uma leitura desatenta na primeira página de qualquer jornal, para termos a certeza de que não há racionalidade filosófica ou científica capaz de explicar o Brasil.

Assim é que, em uma única página, ficamos sabendo que o câncer mata mais na América Latina, apesar do índice de incidência ser similar, do que nos países “ricos”; Nos informamos que os homicídios cresceram 37%  em São Paulo no mês de Março; Que os extintores de incêndio da Unirio estão fora do prazo de validade; Que uma adolescente de 14 anos foi violentada na praia do Leblon; Que o confronto entre o STF e o Congresso Nacional se agravou ( isto porque a Constituição brasileira diz que os Poderes da República são independentes e harmônicos entre si); e, por último, verificamos a efetivação das consequências da morte, há muito anunciada, da educação pública brasileira, na notícia de que o país sofre com falta de mão-de-obra minimamente qualificada, perdendo competitividade.

Se perguntadas, nossas autoridades repetirão o velho discurso por demais batido: O governo investe bilhões e bilhões, nos projetos tais, nos sistemas de saúde, educação e de segurança pública e inquéritos rigorosíssimos serão instaurados, com a garantia de que os culpados serão severamente responsabilizados imediatamente, talvez, se tudo correr bem, até a Copa das Confederações ou, no limite, até depois do carnaval e blá blá blá blá… ou seja, muita explicação para nada explicar.

É neste particular que a mitologia pode ajudar. O ódio que desagrega os elementos, manifesta-se no Brasil (quem sabe?) nas formas da incompetência, da ignorância, da estupidez, do fanatismo, da má-fé, da falta de caráter e do exercício do poder pelo poder.

Essas formas se tornam visíveis e palpáveis, quando materializadas na corrupção, no desvio de dinheiro público, no peculato, na fraude em licitações, no superfaturamento de obras e serviços, na lavagem de dinheiro, no nepotismo, nos privilégios, nos favorecimentos pessoais, em salários e mordomias indevidas, em casuísmos legislativos (inclusive contra a Constituição), enfim, em toda sorte de crimes contra a Administração Pública.

Assim, deve ser o ódio, sobretudo o mitológico ódio ao povo, que faz com que as primeiras páginas dos jornais, todos os dias de todos os anos em cinco séculos de solidão, retratem e informem o caos.

André Raeder

Mais um ninguém morreu

April 22nd, 2013 by declev
Jovem de 13 anos morre com tiro de fuzil na cabeça em Niterói

Morre estudante

Mais uma vítima da violência urbana.

A notícia vai-se fazer esquecer em 5… 4… 3…

Isso porque é só “mais um” preto pobre (desta vez, menina), morador de alguma favela.

Todos os dias, uma a um, cinco a cinco, doze a doze, são apagados no Brasil dos Absurdos.

Se é um classe média, faz-se todo um alvoroço e nunca mais se esquece. Viram “casos padrão” quando se quer falar da violência.

E, nestes casos, aponta-se o dedo para estes que morrem nas favelas, como os simples culpados pela violência.

E, então, estes “casos padrões” são utilizados ininterruptamente para justificar a legalização do porte de armas (justamente aquilo que se utiliza para todos estes casos) e para a redução da maioridade penal – afinal, esses que ainda não morreram antes de fazer alguma coisa, devem ser presos depois de fazê-la.

Então ficamos assim, nesta roda-viva (ou morta):

1 -  Morrem às centenas pretos pobres favelados com tiros, porradas, incêndios, nas filas dos hospitais, dentro dos presídios…

2 – Ninguém vê, esquece que viu, finge que não vê e ainda sente um certo gostinho bom quando vê…

3 – Morre uma pessoa de classe média…

4 – Ganha-se força para defender a liberação das armas e a diminuição da maioridade penal…

5 – Morrem e são presos às centenas pretos pobres favelados…

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

–>

Diminuição da Maioridade penal – Esses me representam!

April 16th, 2013 by declev

Diminuição da maioridade penal.

Meodeus, em que mundo vivo?

O que mais me assusta não são as atitudes dos maus, porque dos maus, não se espera nada além do que fazem.

É o silêncio dos bons. E me assusta ainda mais quando este silêncio é quebrado demostrando que, na verdade, eles querem a mesma coisa que os maus!

Desta forma, iremos para onde? “Olho por olho, dente por dente”?

Neste caso, como dizia Gandhi, “acabaremos todos cegos e banguelas”.

Meu feed de notícias do facebook me assusta cada vez mais.

Quando não é a ressurgência conservadora e preconceituosa dos “religiosos”´, sobre a qual já me referi por aqui algumas vezes (e ainda voltarei), agora a moda é pregar a diminuição da maioridade penal.

Não, não… a moda NÃO é pregar o cuidado com a infância; pregar o cumprimento das obrigações do Estado em relação às crianças e adolescentes; pregar o “nenhuma criança a menos” ou “nenhuma criança na sarjeta”; pregar investimentos sérios em escolas boas e de horário integral…

A moda é pregar a diminuição da maioridade penal como se isso fosse a solução!!!

Como se isso fosse diminuir a quantidade de crianças que são relegadas, largadas, descuidadas, maltratadas, surradas, jogadas nas sarjetas, lançadas às drogas, sem nenhum cuidado prelos responsáveis (ou irresponsáveis) ou pelo Estado e sociedade!

E, pasmem, isso se faz voz através de pessoas que eu achava “normais”, justas, legais, de bom senso…

Eu estaria perdido ou só no mundo, não fossem algumas vozes destoantes da barbárie.

Eu voltarei a este tema ainda algumas vezes, pois uma única gota de ignorância deve ser combatida com oceanos inteiros de sabedoria e bom senso, mas fiquem, por enquanto, com alguns questionamentos de pessoas sensatas, das quais peço emprestadas as palavras e traços artísticos.

1 – Leiam o pequeno artigo do Rovai: É preciso acabar com o ECA e a maioridade penal aos 18 anos;

2 – O André Dahmer, criador da tira “Malvados” conseguiu, em três quadros e três frases, sintetizar o que eu diria em um artigo inteiro:

O que querem meus amigos do facebook

Fantástico.

3 – O cartunista Angeli, dentre os inúmeros maravilhosos cartuns, fez três pérolas, que merecem respeito:

Redução da maioridade penal - Angeli - 1Angeli - Redução da Maioridade PenalRedução da maioridade penal - Angeli - 2

Demostra ele, sensatamente, que esta linha de pensamento não tem limites (pra quem não entendeu os cartuns).

4 – O também cartunista Latuff foi na mesma linha:

Latuff

5 – E, no próprio Facebook encontramos imagens anônimas, destoando dos desinteligentes conservadores:

No Brasil a criança pode

Criminalização da concentração de renda

Esses, sim ME REPRESENTAM!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Estupefato, cada vez mais, com a socieade em que vivo

ps. Ser contra a redução da maioridade penal NÃO É gostar do que está aí e não querer que nada mude. NÃO É, simplesmente, não querer nenhuma punição a menor infrator. Mas é querer, sim, que medidas socio-educativas sejam implantadas de fato e, mais importante, que as crianças e adolescentes tenham os seus direitos respeitados ANTES que cometam crimes.

Falta de inteligência e preconceito

April 15th, 2013 by declev

 Inteligência x preconceito

Duas pesquisas vêm confirmar algumas sentenças que já sabíamos por conhecimento popular.

As duas se complementarm de forma avassaladora.

Uma delas, diz que pessoas menos inteligentes tendem a ser mais conservadoras e preconceituosas – “adultos de baixo QI ou com dificuldades cognitivas tendem a ter atitudes conservadoras e preconceituosas (racismo, homofobia, machismo etc)”.

A outra revela que o amor de mãe traz benefícios para a saúde e para a inteligência da criança.

Vocês viram a interrelação entre essas duas conclusões?

Temos uma horda de pessoas mal-amadas neste Brasil, carentes vagando como zumbis da Walking Dead, invadindo, inclusive, as redes sociais como o Facebook.

Tomem cuidado com os carentes comedores de cérbro.

Devem comer porque não têm.

E você, contra quem você destila seu conservadorismo e preconceito?

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Preconceito crescente no Brasil dos Absurdos

April 9th, 2013 by declev

Joelma x Daniella Mercury

Frequente as redes sociais e você se surpreenderá com a quantidade de gente preconceituosa que existe.

Impressionante é como esta gente careta e covarde está botando a cara de fora, impulsionada por pastores segregadores, preconceituosos, caretas, covardes e babacas.

Seguem uma bíblia em que eles deturpam e pinçam somente o que querem.

Afinal, “dai ao pobres”, “amai-vos uns aos outros” ou conselhos do tipo, são solenemente esquecidos e deixados de lado.

Estes pastores filhosdaputa roubam e enganam todo mundo, aí vociferam um monte de besteiras e… as bestas preconceituosas seguidoras dos pastores se sentem aconchegados o bastante para também vociferarem suas asneiras.

Então, vejam este idiotizante quadro acima, retirado do facebook, comparando a “cantora” joelma com a Daniela Mercury.

Ora, respondendo à pergunta idiota: é claro que pode dizer o que pensa. Mas tem que aguentar as consequências do que fala.

Afinal, ser “apedrejada” nas redes sociais por falar as asneiras que saem da cabeça oca e cheia de titica também é “liberdade de expressão”!!

Que falar o que quer? Esteja preparada pra ouvir o que não quer!

Quer liberdade?

DEIXEM OS OUTROS SEREM FELIZES COMO QUEREM!!!

No mais, uma delas se preocupa com o cu dos outros. A outra, se preocupa com o amor dela.

Essa é a diferença. E que faz toda a diferença.

Eu é que pergunto:

Onde anda a coerência destes crentes que acham que podem mandar no cu dos outros???

Calem suas bocas e se internem em suas igrejas e templos de preconceito. Deixem os outros serem como são!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Religioso, mas coerente

ps. Com todo o respeito e desculpas aos religiosos que não merecem ouvir esses desabafos.

Esposa de governador pode defender empresas que prestam serviço ao Estado?

April 6th, 2013 by declev

Esposa do governador representa empresa de ônibus, empresa que administra o metrô, os trens…

E a maravilhosa Justiça proíbe propaganda política que denuncia isso.

E o partido que leva o nome de “trabalhadores” apoia este maravilhosos político…

Bem-vindo ao país dos absurdos.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Novela Salve Jorge e a imagem da favela

April 5th, 2013 by declev

FAvela Salve Jorge

Pois é, a favela recebeu uma “homenagem” na novela Salve Jorge das 21h da magnífica rede globo.

Segundo a autora, o diretor, a emissora e todos os envolvidos, a favela é um local de “barraco”, de gente fofoqueira, de negros espertalhões e desonestos, de gente que briga o tempo todo, que mente, que grita o tempo todo, que trai, que fica espiando os outros de binóculos, que não trabalha e quer ganhar dinheiro fácil, que só quer saber de dançar funk, que não pode se ver que fica se agredindo que nem cachorro na rua…

Parabéns pela homenagem, povõ bunda!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Acidente de ônibus no Rio de Janeiro

April 2nd, 2013 by declev

Ônibus cai de viaduto e deixa 7 mortos no Rio de Janeiro.

Acidente de ônibus no Rio de Janeiro no viaduto

Estou chocado, como sempre fico com acidentes deste tipo.

Em primeiro lugar, porque imagino a dor das famílias, imaginando que a minha e meus amigos estão por aí, nesta roleta-russa que é o cotidiano urbano.

Em segundo lugar, porque estes acidentes, em geral, são parte da Crônica de uma Morte Anunciada, que poderiam ser evitados, se não fosse a omissão dos gestores públicos.

Estes, os gestores, tais como o (des)governador e o (anti)prefeito do Rio de Janeiro, para mim são co-responsáveis.

Criminosos culposos. Em outros casos, até mesmo dolosos!

Vi pela televisão minutos depois do acontecido.

Pelo tamanho do plástico preto e a situação em que ficou o ônibus, percebi que seriam muitas vítimas.

Imagine a velocidade que o motorista devia estar e a forma criminosa com que dirigia.

Digo isso pela experiência de 42 anos andando de ônibus.

Os motoristas, em geral, além de péssimos motoristas, muitas vezes se comportam como criminosos que utilizam o enorme veículo como arma contra pedestres, carros menores, bicicletas ou qualquer coisa que esteja em seu caminho.

Por inúmeras vezes presenciei desrespeito com o usuário, deixando-os no ponto (eu mesmo já fiquei diversas vezes) enquanto passam “por fora”, dentre outras atitudes irresponsáveis.

Os ônibus em si são decadentes, velhos, remendados. Não adianta pintá-los todos de cinza e escrever “prefeitura do Rio de Janeiro” neles, que isso não os faz novos e decentes.

Não bastasse tudo isso, os motoristas são massacrados pelos patrões, trabalhando por muitas horas e fazendo o trabalho dobrado, deles e dos trocadores, que estão sendo extintos.

Tenho vergonha do sistema de transportes daqui.

Esta não foi a primeira, nem será a última tragédia provocada pelos ônibus.

Enquanto isso, as passagens aumentam todo ano e isenções de impostos são dadas aos empresários “amigos” do poder.

Declev Reynier Dib-Ferreira

Estado e Religião… caminhando pra um país de abestados e preconceituosos

March 31st, 2013 by declev

ESTADO LAICO

O Brasil dos Absurdos está ficando realmente, em uma situação muito difícil.

Eu sempre achei que estávamos a centenas de anos de distância dos países civilizados.

Mas, agora, estão querendo que voltemos, literalmente, à Idade Média, quando religião e Estado eram interligados e, praticamente, uma coisa só. São mais de 500 anos de atraso!

Independente da religião de cada um – que respeito como fé, pois eu mesmo tenho as minhas crenças – Estado e Religião não devem se misturar.

Especialmente com religiões que deixam as pessoas tapadas, preconceituosas, machistas e advérbios do tipo.

Vide o que a história nos ensina quando quem mandava era a igreja católica (quantos morreram em fogueiras ou com torturas terríveis), vide o que temos ainda hoje em países muçulmanos.

Agora querem transformar – e estão conseguindo – o Brasil dos Absurdos em um Estado evangélico.

E, assim, caminhamos para um país de racistas, machistas, covardes, gananciosos, preconceituosos, ladrões.

Vejam estas notícias, e concordem comigo:

“Urucum é bosta do diabo”

Pastor pede a senha do cartão de crédito

Evangélicos quebram imagens de umbanda

Edir Macedo ensinando a roubar os fiéis

Uma pequena busca pela web nos retorna centenas de notícias afins.

Os evangélicos são assim? Não, nem todos.

Mas os “pastores”, sim, quase todos. Especialmente os que são metidos na política.

Misture, então, política e pastores inescrupulosos, temos o que estamos tendo.

Um país de abestalhados.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Sou a favor do casamento gay

March 26th, 2013 by declev

casamento-gay-aliancas-coloridas

Não consigo entender, realmente, as pessoas que são contra o casamento gay.

Entende-se “casamento” aqui como as garantias legais dadas a qualquer casal.

NINGUÉM se tornará gay só porque o casamento gay passe a ser legalizado, só porque os homossexuais tenham os mesmos direitos.

Ora, quem é gay é gay.

Ora, quem é gay e quer viver junto com alguém, vai fazê-lo e pronto.

A questão do casamento é só porque essas pessoas constroem uma vida juntas, têm bens, negócios, etc., assim como qualquer casal.

Daí, se um dia se separam ou se um deles vem a falecer, hoje, por exemplo, não tem direitos a nada. Ficam à mercê, talvez, do que a família do companheiro vai fazer.

É justo isso? Não.

Vamos imaginar, mentes reacionárias e atrasadas, que isso passe a ser legalizado, ou seja, que casais gays possam ter os mesmos direitos civis de qualquer casal.

O QUE ISSO VAI MUDAR NA SUA VIDA?

Nada.

Em que isso vai atrapalhar ou diminuir os seus direitos??

Nada! Simplesmente nada!

Ou seja, é somente uma questão de egoísmo profundo, de pura falta de humanidade.

Um recado a vocês, caros reacionários e mentes obscuras e atrasadas:

CUIDEM DOS SEUS PRÓPRIOS CÚS!

No mais, se vocês se preocupam tanto com a moral e os bons costumes de nossa sociedade tenho dois recados:

1 – Saibam que os gays sempre vão existir, independente de sua vontade e isso não vai trazer absolutamente NADA de ruim pra vocÊs;

2 – Há uma série de absurdos aos quais vocês podem se preocupar e que, realmente, trazem malefícios a vocês e a todos. Escolha algum e deixem os outros serem felizes:

  • Abuso infantil;
  • Pastores que roubam os fiéis;
  • Padres pedófilos;
  • Políticos corruptos;
  • Desvios de verba pública, especialmente da educação, saúde e segurança;
  • Crianças abandonadas;
  • Fome…

Há mutos outros.

Escolha um, lute por ele e seja feliz, deixe o direito dos outros – que não atrapalha os seus – acontecer.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Hétero, mas isso não importa.

Denúncia de racismo e preconceito sofrido pelo espetáculo teatral “O Auto da Paixão, de Nise da Silveira”, sobre saúde mental

September 24th, 2012 by declev

Denúncia de racismo e preconceito sofrido pelo espetáculo teatral “O Auto da Paixão, de Nise da Silveira”, sobre saúde mental.

Recebi o comunicado abaixo pelo Facebook, por fontes confiáveis.

Discuto com muita gente sobre a onipresença do preconceito e do racismo em nossa sociedade.

O preconceito está dentro de nós, queiramos ou não, escondido em gavetas fechadas e profundas ou rasas e escancaradas.

Mas está.

E está justamente pela forma com que fomos e somos criados, pela televisão que crescemos vendo, pelos filmes, pelos amigos e tantas outras coisas que nos influenciam em nossa formação.

Depende de nós o que fazemos com ele: refletimos a todo instante, matando-o, transformando-o, aniquilando-o, ou damos asas a ele.

São nossas ações que fazem nosso caráter.

Leiam e se estupefatem comigo.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Estupefato

Denúncia de racismo e preconceito: ESPETÁCULO TEATRAL “O AUTO DA PAIXÃO, DE NISE DA SILVEIRA”, SOBRE SAÚDE MENTAL, É AUTORITARIAMENTE INTERROMPIDO POR ORGANIZADORES DE EVENTO NA PRAÇA SÃO SALVADOR, NO RIO DE JANEIRO

“A arte nunca é perigosa, exceto quando diz a verdade”
“Art is never dangerous, unless it tells the truth”
Tim Robbins

“No último sábado 22 de setembro de 2012, o coletivo Ocupa Nise foi convidado, repito, convidado, inclusive com pagamento de cachê ao grupo (R$4.900,00) pelo SESC para realizar apresentação na Praça São Salvador em Laranjeiras durante a celebração de três anos de uma creche próxima a praça, Ema e Beatriz.

O grupo chegou, vindo do Hotel da Loucura, do Hospício do Engenho de Dentro, conversamos com a organização, foi combinado o horário da apresentação, 15 e 30, e após curta negociação, o tempo de apresentação ficou definido em 45 minutos, tendo em vista o grande número de palhacinhos e animadores de festa contratados para o evento. Iniciamos a apresentação com boa evolução, não nos restringimos ao espaço do palco reservado aos artistas adestrados, que um após ao outro faziam seus números de animação de festa, ocupamos a praça, cortejamos, nos comunicamos com todos que estavam no espaço, estabelecemos contato, e fomos evoluindo.

Primeiro fato estranho: três guardas municipais que estavam trabalhando no evento, se aproximaram de um de nossos atores, Pelezinho, ex-morador de rua, trabalha conosco a um ano e meio, pessoas no entorno acharam estranho, eu, que estava em cima de uma mureta, cantando e narrando o espetáculo, desci, e perguntei aos policiais o que estava acontecendo, duas vezes. Disseram que ele estava incomodando as pessoas. Respondi que ele estava conosco e disse ao Pelé para que ele ficasse na dele. Segundo fato estranho: recebi o relato de uma das componentes de nossa pequena banda de que outro de nossos atores, Reginaldo Terra, que estava sentado no pequeno palco do evento, sofreu tentativa por parte da organizadora do evento de ser retirado do palco, e quando sob argumentação desta componente de nosso coletivo, foi dito que ele não devia ficar ali porque haviam muitos moradores de rua no entorno e que aquela presença poderia atrai-los.

Na sequencia, fui abordado por várias pessoas da organização da festa ordenando que a apresentação fosse interrompida pois era urgente que se cantasse o parabéns da creche na presença da senhora Emita que é a financiadora do projeto e que esta estava passando mal.

Em seguida, outra ordem para acabar pois a senhora Emita não residiria no Brasil e precisava ir para o Aeroporto.

Quando iniciamos a apresentação, eu próprio, beijei a mão dessa senhora que não estava passando mal pois sendo médico eu reconheceria algum padrão respiratório, alguma palidez, tremor ou sinal de mal-estar.

Respondi que seria impossível interromper um espetáculo no meio pois havia um roteiro, um fluxo, uma ritualidade a ser seguida e se não poderia cantar o parabéns logo após a apresentação que neste ponto tinha 15 minutos, e seguiria mais vinte ou trinta minutos. O público cantava e dançava conosco. Nosso espetáculo O Auto da Paixão da Dra. Nise da Silveira narra os desafios da doença do preconceito, a arte e a loucura, nossos atores são heterogêneos, temos de médicos a loucos, ex-moradores de rua, trabalhadores da saúde, residentes do velho Hospício, mas parece ter sido exatamente isso que desagradou a organização do evento, e utilizaram o pretexto de cantar o parabéns de urgência, diga-se de passagem, a referida senhora Emita não deixou a praça às pressas após o fim da apresentação, que não foi continuada por intimidação exercida pela produtora do SESC, que havia nos convidado, e estava nos contratando, dizendo – pare agora, não me comprometa. Eu, sem entender realmente o que estava acontecendo, até agora não entendo, parei.

Ao nos reunirmos trocando de roupa em um canto da praça, pudemos entender que fomos vítimas de preconceito contra a loucura e a doença mental, que os organizadores interromperam o espetáculo justamente quando estávamos iniciando nossas narrativas sobre o Hotel da Loucura e própria saúde mental, não tivemos nem oportunidade de falar sobre o trabalho científico extraordinário desenvolvido por Nise da Silveira, totalmente negligenciada pela ignorância dos organizadores da festa na praça.

As investidas contra os atores teve foco definido, ambos são negros, desdentados, vivem em situações de vulnerabilidade social, Reginaldo ainda não tem uma perna. Temos negros, gordos, feios e bonitos em nosso grupo, ocupamos a praça, como sempre fazemos, não nos restringimos ao palco, anunciamos que loucura se libera e não se prende. Chamei o Pelezinho para cantar sua composição em homenagem a Nise no alto da mureta onde eu estava. Deixei ele cantando. Quando retornei, vi o microfone na mão da diretora da creche, uma das organizadoras do evento, e esta passando para o ator que estava encarregado de apresentar as atrações. Eu rapidamente fui até eles peguei de volta o microfone dizendo que eles não interrompessem a apresentação daquela maneira.

Mais assédio da produtora do SESC, e eu, então, convoquei a todos para cantar o parabéns, com intuito de continuar o espetáculo após, o que entretanto não foi permitido pela produtora e organização do evento.

A creche é financiada por ricos para cuidar de crianças pobres, é uma creche honrada, são pessoas honradas, bem intencionadas, resta saber sob qual regime pedagógico essas crianças são tratadas. Entretanto, tivemos nosso trabalho e manifestação cultural pública, violentamente cerceada e interrompida, inclusive com participação da Guarda Municipal.

O que terá acontecido? Que reações foram mobilizadas contra a presença desses atores especiais, desse trabalho especial que já foi apresentado com enorme sucesso no Largo do Machado, apenas 500 metros dali, na Faculdade de Medicina de Petrópolis, encerrando o Congresso Estadual de Medicina de Família, com grande sucesso, na concha acústica da UERJ, nossos atores são sempre bem recebidos, nossa linguagem é clara, trabalha com diversidade, está apoiada em experiências consagradas no âmbito da política de saúde pública local e nacional.

Sou constantemente convidado para palestrar sobre essa experiência de cultura e saúde de norte a sul do Brasil.

As perguntas não querem calar: o que levou a organização a abortar um espetáculo dessa natureza, radicalmente diferente das animações de festa que estavam sendo apresentadas, desrespeitando o teatro, a coletividade, o espírito público que deveria orientar manifestações em praças e espaços comuns? Por que Reginaldo e Pelezinho especificamente foram abordados na tentativa de serem removidos da apresentação? Por que estaríamos “comprometendo” uma produtora do SESC por apresentar um trabalho já consagrado em praças e congresso médico e científico, com apoio da própria Secretaria de Saúde deste município? Queriam as organizadoras “proteger” as crianças de terem contato com a diferença, reforçando os preconceitos e ignorância sobre os diferentes e inumeráveis estados do ser?

Essas perguntas, dada a natureza, a violência, a arrogância com que fomos tratados, e a suspeita, sugerida por estes fatos, até agora apurados, de que fomos vítima de preconceito racial, de classe, preconceito, um dos mais arraigados, contra estados psíquicos diferentes. Preconceito dói. Dói você ser discriminado por o que acham que você é sem te conhecer, sem saber das complexidades da vida, dos processos e histórias que nos levam a ser diferentes.

Somos atores de uma tradição tão antiga quanto a própria humanidade, sempre trabalhamos nos espaços públicos para manifestar conteúdos coletivos, que interessam aos grupos, que revelem as contradições do ser humano, que nos façam melhorar, ir a frente, se desenvolver, que nos façam conhecer nossa história, nossa ancestralidade, a luta e o sacrifício daqueles que nos permitiram chegar até aqui hoje. Somos atores para refletir e fazer refletir, para curar, para superar politicamente aquilo que nos oprime, para liberar nossa expressividade, e liberando a nós próprios liberamos todo o mundo.

Ontem foi o início da primavera, saudamos Perséfone, saudamos Dionísos, Saudamos Nise da Silveira, uma das mais importantes cientistas deste país, mas nada disso foi observado ou respeitado. O que gerou tamanha mobilização contra o a peça teatral?

É um caso de polícia? Sofremos a violência de um crime que atenta contra uma das mais importantes premissas da convivência democrática, a liberdade de expressão? São perguntas que terão que ser respondidas claramente para que sigamos nossos caminhos em paz e justiça.”

Rio de Janeiro, 23 de setembro de 2012.
Vitor Pordeus
Médico, pesquisador, ator e gestor público.

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

Leia também:

Diário do Professor

Portal do Meio Ambiente

Sobre porte de armas e desarmamento

September 17th, 2012 by declev

No artigo de minha autoria Campanha pelo desarmamento, plebiscito por quê?, no qual defendo o desarmamento, recebi um comentário indignado de um tal de Joshua.

Diz o visitante:

“Se não se tem comprovação científica de uma relação direta do desarmamento com a diminuição da violência (como podem argumentar alguns energúmenos) , o que não se tem mesmo é uma relação da diminuição desta com a fabricação, venda, exportação, importação, roubo, contrabando, uso ou mesmo a simples posse das armas.”

Pode até não haver diminuição, mas NÃO É ISSO O QUE IMPORTA, e sim que tipo de individuo vai morrer mais: se cidadãos de bem(aquele que não usa arma com objetivos egoístas como roubar, matar e destruir) ou os desgraçados marginais que, você mesmo, que escreveu esse artigo, com certeza quer mais distancia do que tudo, a não ser que… você seja um deles, e se tiver parte com o congresso, onde ficou-se provado como sendo a maioria verdadeiros delinquentes só pelo fato de aprovarem a contradição constitucional do tal “foru privilegiado”, então taí a explicação para esse seu artigo, que considero de uma ignorância absurda só de observar a sua audácia em tentar tornar irrelevante as pesquisas científicas!

Fiz a seguinte réplica ao comentário do colega, a qual coloco abaixo, por achar que engrandece o debate:

Joshua,

O mais desgastado discurso para mim, em relação a este assunto, é justamente o seu: “cidadãos de bem“.

Ora, quem são os “cidadãos de bem”?

Para mim, um “cidadão de bem” não quer arma.

Mas, volto à pergunta: quem são os “cidadãos de bem”?

Uma enfermeira casada com um milionário dono de uma indústria?

O policial que assassina qualquer um, inclusive menores?

Ah, sim, os juízes, cargos máximos da justiça brasileira, que assassina um porteiro só porque barrou a entrada dele no supermerdado?

O segurança, irmão de policial?

Deve ser, talvez, um empresário que quer se livrar de dívida trabalhista?

Pois é…

Onde estão os “cidadãos de bem”?

Estão com armas na mão.

Não sai nada de bom do cano de uma arma.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Desarmado

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

Leia também:

Diário do Professor

Portal do Meio Ambiente

Tiririca derruba preconceito e é eleito um dos melhores deputados do ano

September 17th, 2012 by declev

Tiririca derruba preconceito e é eleito um dos melhores deputados do ano.

“Tiririca é um dos nove deputados que registraram presença em todas as 171 sessões destinadas a votação na Câmara. Também tem sido assíduo nas comissões, onde a presença não é obrigatória. O deputado apresentou sete projetos de lei – todos voltados para o circo e a educação.”

Por isso não sou, realmente, preconceituoso com os neófitos na política (assim ele como artistas ou jogadores de futebol que entram para política).

E também por isso não sou a favor do voto nulo.

Dizem que votar nulo é melhor do que votar no menos pior.

Para mim, se não houver opção entre os de sempre, é melhor votar em novatos e deixá-los acertar ou errar e, dependendo do caso, mantê-los ou tirá-los de lá.

Somente assim conseguiremos, aos poucos, limpar a política.

É melhor votar nesses caras e ver no que vai dar do que votar em gente já “conhecida”.

Alguém vai entrar.

Em muitas conversas com amigos defendi o voto nele e no Romário, por exemplo, dizendo que seria melhor uma pessoa votar no Tiririca do que em maluf, no caso de São Paulo, ou no Romário do que no garotinho, no caso do Rio.

Leiam também esta notícia sobre o político Romário e vejam que eu tenho razão.

Pensem nisso para as próximas eleições.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
De olho

Funcionária do INSS de Ubatuba manda enfiar o processo no rabo!!!

September 1st, 2012 by declev

Funcionária do INSS de Ubatuba manda enfiar o processo no rabo!!!

image

Depois de ignorarem os pedidos, depois de nem quererm ajudar, de nem quererem saber se o segurado perderia o prazo ou não, a funcionária manda enfiar no rabo…

Veja o vídeo:

BRASIL, UM PAÍS DE TODOS os filhosdaputa!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Cheio de formulários no rabo

Exaltação da Milícia, ou “polícia mineira”, por eduardo paes. O Rio está perdido.

September 1st, 2012 by declev

Exaltação da Milícia, ou “polícia mineira” por eduardo paes.

Para o atual prefeito do Rio de Janeiro, eduardo paes, a forma de resgatar a soberania da cidade – ou, ao menos, da cidade que não faz parte da cidade – é através da ilegalidade, da violência, do extermínio.

Baseado em quê estou afirmando isso? - perguntariam os mais incrédulos.

Ora, baseado nas próprias palavras do atual prefeito, eduardo paes.

Vejam este vídeo:

Agora, você perguntam: mas, o que é “polícia mineira”?

Leiam algumas definições e explicações, inclusive acadêmica:

AS “MILÍCIAS” DO RIO DE JANEIRO (OU A BUSCA DE LEGITIMIDADE DA “POLÍCIA MINEIRA”)

Essa designação de “polícia mineira” acabou pegando força na baixada fluminense nessa mesma época com os conhecidos “grupos de extermínio”, […] o termo “polícia mineira” aos poucos foi perdendo a sua “identidade” com Minas Gerais para ganhar outro significado, como a polícia que minerava, garimpava, a polícia corrupta.

Ali, e em toda cidade do Rio de Janeiro, policiais assassinos e corruptos são chamados de “polícia mineira”.

Tirem suas próprias conclusões.

Eu tenho a minha: nos países sérios, coloca-se os bandidos na cadeia. No Brasil, coloca-se na política.

Pra finalizar: paz sem voz não é paz, é medo.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Chocado, mas nem tanto

O Mensalão não é o único caso, nem de longe o mais importante.

August 31st, 2012 by declev

O Mensalão não é o único caso, nem de longe o mais importante.

Vimos ocorrendo pelas redes sociais – eu vejo pelo Facebook, no qual sou confessadamente viciado – um “surto patriótico” contra a corrupção.

Sim, é necessário investigar, processar, debater e julgar este crime.

Mas sem condenações antecipadas, pois para condenar é necessário ter provas contra e não-provas a favor.

E, ao povo que quer mais uma inquisição – que queimem as bruxas, mesmo não existindo bruxas – rogo o devido cuidado.

Como eu disse, sim, há de haver investigação, processo e julgamento justo e punição aos que devem ser punidos.

Mas (sempre tem um “mas”, certo?) esquecimento de todos os outros crimes – como a compra, por 200 mil reais, dos votos a favor da reeleição de fhc ou como o mensalão do dem – não podem ocorrer.

Fala-se, hoje, como se somente o pt tivesse feito tais horrores.

Veja, não sou pt, só estou “pensando”, pois tenho evitado, em minha vida atual, ser absolutamente contra ou a favor de qualquer coisa. O preconceito nasce daí, e quero me livrar desta praga.

Toda esta introdução para comentar sobre a seguinte imagem, que captei no Facebook:

Ora, colocar agora o ministro acima como um grande patriota defensor dos direitos difusos, grande justiceiro contra os corruptos e corruptores é, como dito acima, esquecer de muita coisa, dar poderes inquisitórios aos que são piores do que as bruxas, ser massa de manobra do famoso PIG – Partido da Imprensa Golpista.

Não, não sou massa de manobra impensante, e rogo aos meus 4 ou 5 leitores que também não o sejam.

Vejamos:

A empresa Voar-Aviação encaminhou na sexta-feira um ofício para ao Conselho de Ética e Decoro do Senado informando que “jamais prestou serviço de táxi-aéreo a Demóstenes Torres e a qualquer outra pessoa”. (…)

O ofício da empresa é um desmentido à declaração do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, de que teria viajado à Goiânia, a convite do senador Demóstenes Torres, por duas vezes, usando os serviços da empresa aérea Voar.

A polêmica se estabeleceu porque Gilmar Mendes e Demóstenes Torres tiveram um encontro secreto na Europa no ano passado e voltaram juntos da Alemanha. (…)

Outra:

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar à Vivo, (…) a possibilidade de terceirizar a prestação de serviços em todas as suas atividades.

Com a decisão, Gilmar Mendes rasga a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que em seu artigo 581 determina ser “ilegal a terceirização ligada diretamente ao produto final, ou seja, à atividade fim” da empresa e ainda suspende os efeitos do acórdão da 3ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que reforça a decisão de impedir a terceirização nas prestadoras de serviço de telefonia.

Mais uma, só pra garantir:

Gilmar Mendes libera registro de candidato barrado pela Ficha Limpa. O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), deu provimento a um recurso extraordinário de candidato que teve o registro de candidatura indeferido com base na Lei da Ficha Limpa. Agora, os votos dados ao candidato a deputado estadual pelo Paraná Antonio Casemiro Belinati serão computados no resultado da eleição do Estado.

De onde vieram estes têm muito mais: internet. Basta uma pequena consulta para nos informarmos um pouco melhor.

Agora, o golpe final:

Gilmar Mendes foi nomeado para o Supremo Tribunal Federal (STF) por Fernando Henrique Cardoso.

Uêêêêpaaaa!!!!!

É este senhor, indicado por fhc (que é oposição ao pt),  que a massa de manobra pretende transformar em paladino da justiça por conta de uma frase contra o mensalão do pt (que oposição ao fhc e seu partido)???

E a ligação íntima dele com demóstenes – senador cassado por envolvimento por bicheiro, que recebeu caixa 2 e usou influência para beneficiar empresas???

E a imparcialidade dele, por ser ligado ao partido de oposição???

E as muitas pessoas fichas-sujas que ele liberou???

Ah, paladinos da justiça da internet, cuidado para não virarem massa de manobra do PIG. Sim, o PIG existe!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Do lado justo

Ricardo lewandowski e o mensalão

August 24th, 2012 by declev

Revisor do caso do mensalão, Ricardo Lewandowski, absolve João Paulo Cunha de todos os crimes.

O deputado petista foi inocentado por Ricardo Lewandowski dos crimes de peculato e lavagem de dinheiro.

Marcos Valério também foi inocentado.

image

Então tá, né?

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Tecendo ligações

Luiza = Brasil

August 17th, 2012 by declev

Sugiro assistir o vídeo.

Sem comentários.

Estudante de direito alcoolizada tem carro apreendido.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Nojo

“Reage Praia Mole” – Não se pode falar mal (…) senão você será censurado, num país “sem censura” e “democrático”!

August 11th, 2012 by declev

(1) Reage Praia Mole - Google Chrome

Brasil dos Absurdos é isso aí.

Não se pode falar mal dos amigos de quem tem a caneta.

Pode ridicularizar quem você quiser, mas dos amigos dos deuses, não!

Juiz eleitoral determina que a rede Facebook suspenda por dois dias as atividades no Brasil dos  Absurdos.

Sabem por quê?

Porque, segundo o valoroso juiz,

o Facebook descumpriu uma liminar anterior que determinou que fosse retirada do ar a página “Reage Praia Mole”. A suspensão foi solicitada pelo vereador Dalmo Deusdedit Menezes (PP), de Florianópolis, que concorre à reeleição. O parlamentar argumentou que houve veiculação de “material depreciativo” contra ele, feita de maneira anônima por um usuário. O juiz eleitoral também determinou a identificação das pessoas que criaram a página no Facebook.

Sabem por quê?

Agora vocês vejam: um vereadorzinho de Florianópolis fica irritadinho com uma crítica a ele no Facebook e pede pra um juiz mandar a rede social mundial retirar a página.

Como a página não foi retirada – provavelmetne por não ter nada demais, numa “democracia” - o juiz decide demonstrar seu poder suspendendo-o suspender por dois dias!

Ahhhh, pensei: “deve ser amigo do juiz!”.

A página original do “Reage Praia Mole” não está disponível:

http://www.facebook.com/reagepraiamole/app_202980683107053

Mas, vejam vocês, há a página “Reage Praia Mole 2”!!!

https://www.facebook.com/reagepraiamole2

Curtam a ágina, como eu já fiz. Vamos fazer barulho.

Fui procurar alguma informação, pra não dizer coisas aqui depois que venham o juiz mandar me prender.

O movimento “Reage Praia Mole” é um movimento ambientalista, contra a construção de um hotel na praia de mesmo nome, uma luta pela preservação das características naturais da localidade.

Há um abaixo-assinado “Reage Praia Mole”, que o Deus, ups!, o juiz ainda não mandou parar.

O abaixo-assinado diz somente:

Existindo a nescessidade de sensibilizar nossos representantes políticos com a questão da preservação das caracteristicas naturais da Praia Mole, pedimos sua colaboração, assinando esta petição on-line voce estará contribuindo para manter nossa praia preservada.Manifestando-se a favor de nossa causa.
“Reage Praia Mole”. A Praia Mole não precisa de mais um hotel!

Eu já assinei.

E se tiver um abaixo-assinado contra os mandos e desmandos absurdos da (in)justiça brasileira, contra os juízes que pensam que são deuses, contra a censura – sim trata-se de CENSURA –, contra as arbitrariedades daqueles que se imaginam faraós egípicios, deuses absolutos, eu assino!

Vejam mais notícias sobre o assunto:

1 – Valença hoje

2 – Meio Bit

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Cada vez com mais raiva da justiça

ps. Eu me auto-censurei, para que não me venham com ataques e processos e censuras.

Geração de empregos a qualquer custo? Mesmo com a violência?

July 30th, 2012 by declev

Tem gente que defende a fabricação de armas.

Seja por questões como “balança comercial”, “geração de empregos” ou “defesa do território brasileiro”, os defensores sempre têm na ponta da língua seus argumentos.

Mas não sai nada de bom do cano de uma arma.

Uma arma fabricada nunca se sabe onde irá parar, como será utilizada, quantos irá matar.

Não pensem que a violência é intrinseca ou que não tem jeito.

Vejam a foto abaixo, tirada num campo de refugiados na Turquia:

Menino sírio segura bomba de gás lacrimogêneo feita no Brasil usada em campo de refugiados na Turquia

Sim, é uma bomba de gás lacrimogêneo de fabricação brasileira.

Mas, não temos nada a ver com os conflitos pelo mundo, certo?

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Pela paz

Esse é meu ídolo!

July 23rd, 2012 by declev

Esse cara é bom!

Faz um monte de falcatrua e manipula a mídia escrota a ponto de ser chamado de “mosqueteiro da ética”.

Depois, é pego com a boca na botija.

Luta, mas não consegue evitar a cassação (afinal, os colegas não poderiam se eximir, apesar de ficarem com pena dele).

Aí, eis que…

Demóstenes volta ao cargo de procurador da justiça com um salário de R$ 24.000,00 e poderá, anda, solicitar R$ 200.000,00 de licença-prêmio!!!

E, detalhe: “quem decidirá se ele receberá ou não as licenças-prêmio será o seu irmão Benedito Torres, que ocupa o cargo de procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual de Goiás”.

Como pode um cara que é expulso do senado por filhasdaputices com nosso dinheiro poder ter um cargo de procurador da “JUSTIÇA”???

Putaquipariu!

Que país é esse???

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Estupefato, mais uma vez

Cena corriqueira: polícia e spray de pimenta!

July 21st, 2012 by declev

Impressionante!

Coloca-se uma arma na mão deles, é tiro na cabeça ou pelas costas das pessoas.

E lavra-se os “autos de resistência”!

Coloca-se um cassetete, é porrada em jovens, mendigos, mulheres e quem mais estiver na frente.

Coloca-se spray de pimenta, e nossos digníssimos políça acham que é perfume – ou lança perfume!

Putaquipariu!

Aí, depois, eu reclamo aqui da polícia e um polícia entra em meu blog pra me xingar e dizer que a culpa é dos bandidos, nãoda polícia.

Já mostrei uns casos aqui, e agora vem mais!

Fica a pergunta (se é que agora tem coragem de responder): a culpa é da criança? Do cachorro?? Da senhora??? Do povo????

Em que mundo vivemos?

Em que país vivemos?

Sério, na boa: NINGUÉM vai mudar isso???

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Medo

O cu é teu?

July 21st, 2012 by declev

Jovem homossexual morto a pauladas jogado no rio Paraiba em Volta Redonda

Irmãos se abraçam e são espancados por oito homens em Salvador; um morreu.

Esse pessoal é engraçado.

Os políticos metem a mão no dinheiro da saúde, da educação, dos bilhões em impostos que nos roubam diariamente.

Mas eles se preocupam com o cu dos outros!

Vão tratar de acertar o alvo, cacete!

Se o cara é gay ninguém, ninguém, mas ninguém mesmo tem nada a ver com isso, além dele e do parceiro dele!

Mas o maluf tá por aí, cachoeira vai voltar, collor já voltou, sarney nunca saiu, milicianos vão morrer de velho e matar de monte, traficantes matarão mais tantos…

Mas eles se preocupam com o cu dos outros!!!!

Quero uma lei, BESTAS, que puna, de verdade e com rigor, os homicídios, as formações de quadrilha, os desvios de dinheiro público, as prevaricações, os subornos

E tenho dito: VÃO CUIDAR DOS SEUS CUS!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Hetero, mas não sou idiota

TIMganei! Você, sem sinal!

July 21st, 2012 by declev

Tenho um celular da tim, e se que há muitos e muitos locais em que ele não pega.

Sei, também, que a ligação cai a cada minuto, te obrigando a ligar novamente.

Acontece que fui pra tim porque já tiver oi, que é outra merda (já coloquei a oi na justiça duas vezes).

Aí ficamos sem ter pronde correr.

É o Brasil dos Absurdos.

Mas pela primeira vez vejo uma ação da anatel contra as operadoras e em favor dos consumidores:

Tim, Oi e Claro são proibidas de vender novas linhas devido a queixas.

Então, o presidente da timganei diz que “fica quem quer”:

“A TIM, neste momento, é a única operadora que não tem nem fidelização, subsídio ou contrato para a pessoa ficar (na operadora). Então a pessoa só fica na TIM porque ela quer. Ninguém é obrigado a ficar na TIM”

Como de hábito do empresariado brasileiro, “o serviço pode ser uma merda, se ele continua sendo vendido”.

É isso aí, fica quem quer, quem não quer mude pra outra e… terá os mesmos problemas!!!

Bem vindo ao País dos Absurdos.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Oi, Timganei!

Ânsia de demolição, para fingir reconstruir o que não precisa

July 20th, 2012 by declev

RJ: Antigo Museu do Índio, Foto Norbert Suchanek

Coloca abaixo, constrói, desconstrói, arebenta, bota abaixo de novo, reconstrói, fica uma merda, conserta, tem que ser maior, coloca abaixo e faz outro…

É uma roda viva que não tem fim, engendrada friamente.

E enquanto isso, os melhores amigos do governador e do prefeito, que só por acaso são grandes empreiteiros e grandes empresários, vão faturando bilhões de nosso dinheiro, repassados a eles para fazer o jogo do “derruba, constrói, derruba de novo e reconstrói”.

Vão-se a cultura, a história, a memória, as minorias.

Agora, a bola da vez é um prédio histórico ao lado do Maracanã (que deveria mudar de nome, pois não é mais o Maracanã): o antigo Museu do Índio:

Governo do RJ compra o Museu do Índio e o demolirá para a reforma do Maracanã.

Triste do povo que não tem história. Triste do povo que tem este governo.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Quem?

Acabou a paes, ops!, a paz…

July 18th, 2012 by declev

Sabe aquela estratégia de criar o caos para vender as soluções?

Pois é…

Deixa a cidade cair pra depois dizer que veio salvar.

Não é isso, senhor prefeito do Rio?

<br />
Publicação do prefeito retirada do Facebook<br />
Foto: Reprodução

Depois diz que a gente que “interpreta errado” e muda de estratégia:

Eduardo Paes

Não, não, nós não interpretamos errado, muito pelo contrário.

A estratégia é bem parecida quando se utiliza aquela ânsia de demolição e “reconstrução” da cidade.

Diz que tá ruim, coloca tudo abaixo e constrói de novo.

Isso deve dar um DINHEIRÃO!!!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Interpretando corretamente

Uma corda sozinha é fraca e arrebenta, mas um feixe somos nós, é FREIXO!

June 15th, 2012 by declev

O Rio de Janeiro merece finalmente alguém de respeito, honestidade e caráter…

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Pré-campanha, porque campanha não pode ainda…

Barcas Rio-Niterói sob “nova” administração

June 15th, 2012 by declev

Barcas sob “nova” administração.

Olha só que maravilha a administração do Estado Privado do Rio de Janeiro (novo nome do meu Estado):

O Grupo CCR assumirá a administração do transporte marítimo feito pelas barcas a partir de terça-feira. A informação foi confirmada pelo secretário estadual de Transporte, Julio Lopes, na sexta-feira. De acordo com o secretário, o contrato de compra e venda já foi assinado, faltando apenas a posse por parte da CCR, que comprou 80% das ações da Barcas S/A. Os outros 20% ficaram com o Grupo JCA (Viação 1001).

Pra quem não sabe, o Grupo CCR é o que detém a Milio-Concessão da Ponte Rio-Niterói.

A Viação 1001 é também conhecida no Brasil todo com seus ônibus e, inclusive, faz a ligação Rio-Niterói.

Ops!

Entenderam?

Quem não tá satisfeito com as barcas, vá pela ponte. Quem não tá satisfeito pela ponte, vá de barcas!

E tá tudo Dominado!

Mas, quem não tá satisfeito com os dois, como eu, pelamordedeus, NÃO VOTEM DE NOVO NESTE GOVERNO!!!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Morador de Niterói, trabalhador do Rio de Janeiro, usuário constante da Ponte.

Viva a polícia! Parabéns, delegado!

May 16th, 2012 by declev

Sim, sim, eu também falo bem de polícia: daquela polícia que nos dá orgulho!

Mas a justiça ainda tem muito o que se explicar.

Não preciso dar mais detalhes do que o vídeo abaixo, que vale a pena ser visto.

O Delegado dá uma bronca nesta justiça que não presta.

Quem dera se a polícia fosse toda como este delegado e a justiça fosse como os poucos exemplos que noa aparecem.

Mas a regra é a regra, e a exceção é digna de aplausos.

Obrigado, Delegado!

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Emicida, Globo e a polícia brasileira: tudo a ver!

May 14th, 2012 by declev

Rapper Emicida pede que mostrem “os dedos” para a polícia que bate em morador, em desocupações.

Certíssimo ele, tanto que mostro eu o meu dedo:

Aí, os policiais se sentiram “ofendidos”, coitados, e levaram o artista pra delegacia.

E, detalhe, chegando na delegacia ainda deram a “versão da polícia” que, interessante, era diferente da realidade.

Mas… ôôôôôôpa!!! Peraí!!

Cadê a porra da democracia?!?

Onde está escrito, onde está a Lei, o decreto, o artigo, a Tábua Abençoada que diz que polícia pode bater nas pessoas???

Por outro lado, não se pode falar mal da polícia? Não se pode ter opinião a respeito?

Não se pode dar o dedinho pra uma polícia que dá porrada nas pessoas?

Lembrando que ele NÃO DISSE para ofenderem aqueles policiais que estavam no show e que se ofenderam, mas sim àquela que desalojouas pessoas.

Opinião de um rapper.

Mas, então, eis que estou vendo a novelinha das 6 da Globo [sim, sim, perdoem-me, mas de vez em quando vejo, porque não moro sozinho] e tem uma cena muito interessante:

Quatro jovens estão namorando num carro;

Chegam dois assaltantes com armas [só por acaso, negros] e vem com aquele papo: “perdeu, perdeu!”;

Assim que os ladrões saem com o carro, coisa de 5 segundos depois vem um carro de polícia, na calma;

Os jovens param o carro da polícia e, desesperados, dizem que acabaram de ser assaltados, que os bandidos levaram o carro, etc;

O policial [branco], olha pra eles com cara de não é comigo, olhar blasé, e fala calmamente: “calma aí, meu chapa, vamos resolver isso na delegacia”.

Ora, se isso não é esculhambar com a polícia em rede nacional e horário nobre, eu devo estar mais maluco do que já sou.

Isso é muito pior do que dar o dedinho para os policiais que desocupam moradores que podem ser sua própria família.

É dizer que a polícia não quer nada, não sabe trabalhar, não quer trabalhar direito.

É como dizer: “Deixa os bandidos irem embora com o carro de vocês e vamos pra delegacia preencher uns papéis burocráticos”.

Eu preferiria o dedo, se fosse policial.

Mas, quem vai levar à Globo pra delegacia?

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Dedo!

Quanto mais se “arrecada”, mais chances de se tornar dePUTAdo

May 13th, 2012 by declev

Quanto mais se “arrecada”, mais chances de se tornar dePUTAdo.

Pois é, todo mundo sabe disso.

Mas ver isso matematicamente em um estudo, é um terror.

Não se pode querer mudar o Brasil dos Absurdos, sem mudar a política; não se pode querer mudar a política, sem mexer nestas questões.

Eu sei, eu sei… é da Revista Época, mas o estudo que apresento é bem interessante.

ÉPOCA cruzou os resultados das eleições de 2010 com os dados de financiamento de campanha de 3.767 candidatos a deputado em todo o país. A conclusão é que em todos os Estados há uma forte correlação entre arrecadação de dinheiro e sucesso eleitoral. As estatísticas provam que é até possível arrecadar muito dinheiro e mesmo assim perder a eleição. Mas parece dificílimo vencer sem arrecadar muito.

As exceções são isso: exceções.

A regra é clara: você já entra devendo muito, tendo que arranjar muito dinheiro pros seus “patrocinadores”, que não aceitarão o seu desprezo após eleito… irão querer obras, contratos, jeitinhos, beijinhos e, quem sabe, algo mais…

O melhor para visualizar é um quadro que a Época fez com os cruzamentos dos dados.

É bem didático:

Gráfico arrecadação dos deputados

Cada bolinha destas é um dePUTAdo: as vermelhas são os que se elegeram, as cinzas os que não se elegeram.

O eixo vertical, a arrecadação e o eixo horizontal é a quantidade de votos.

Vejam que há realmente uma correlação muito forte.

Dá pra clicar em cada bolinha e saber quem é o deputado, de todos os Estados.

Vale a pena dar uma conferida.

Quanto custa ser deputado.

Ou mudamos a política (reforma política séria), ou teremos sempre os mesmo dePUTAdos de merda.

Como romper o oroboros?

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira

Spray de pimenta num cachorro e numa criança? Viva a polícia brasileira!

May 9th, 2012 by declev

Outro dia tive um comentário mal educado aqui no blog de um policial que ficou chateado com minhas críticas à polícia.

Vejam o post e os comentários, dele e minha resposta:

Assalto a ônibus no Rio de Janeiro

Eu entendo que um bom policial – assim como um bom político ou mesmo um bom professor, como é o caso de minha própria carreira – fique chateado quando fazemos generalizações.

Sim, as generalizações são maldosas.

Mas, convenhamos, Tenente, se a polícia não quer receber as críticas, o senhor não acha que tem que mudar?

Afinal, como o senhor diz no comentário “A culpa desses casos não é da polícia o seu filho da puta, e sim dos bandidos”.

E nos casos abaixo, senhor tenente, de quem é a culpa?

Do cachorro?

Da criança?

Da senhora?

Quem sabe é culpa daquela vaca!

Spray de pimenta em cachorro

Spray de pimenta em criança

2303as04

Vaca

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Estupefato

A grande imprensa adora defender os jornalistas… deles! Mas sobre Lúcio Flávio Pinto e o juiz Amílcar Guimarães, você já ouviu falar?

May 8th, 2012 by declev

A grande imprensa adora defender os jornalistas… deles! Mas sobre Lúcio Flávio Pinto e o juiz Amílcar Guimarães, você já ouviu falar?

Engraçado que os jornalistas são quase intocáveis para a grande imprensa. A não ser, é claro, que os jornalistas estejam atingindo os grandes amigos da grande imprensa…

Se o jornalista é morto por estar em uma reportagem contra traficantes; se ele está sendo processado por ter falado mal do presidente de esquerda; se ele está sendo perseguido por escrever sempre contra os movimentos sociais… aí a grande imprensa faz dele um herói, um magnífico cidadão que está sendo perseguido em seu inabalável direito e dever de sua profissão! Mas, se este jornalista falar mal dos amigos da grande imprensa…

Foda-se ele!

Esqueça ele!

Deixe-o à míngua e não fale dele.

O “direito” à imprensa, à livre expressão, ao trabalho jornalístico não vale pra ele, pois mexeu com nossos amigos!

É o que está acontecendo como jornalista Lúcio Flávio Pinto.

Vejam a história aqui, neste artigo de título Isto é mesmo um juiz?

E vejam a mensagem do “juiz”, uma pessoa de “caráter ilibado” deixada no Facebook dele:

Amilcar Guimarães - Google Chrome

Depois, quando eu falo mal das regalias dos juízes, eu sou chato. Mas vejam estas frases, que exemplares do que sempre falo por aqui:

“… condenei a irmã Dorothy do jornalismo paraense em favor do satanás da grilagem.” “… ser acusado por um pateta…” “… não confio na justiça…” “CANALHA!!!”

Pode um juiz xingar outros publicamente? Ele tem este direito? O que a “justiça” que ele não confia teria a dizer disso? Este mesmo juiz pediu para ser processado pelo jornalista para que, como punição, pudesse ser “aposentado”!

“Eu quero me aposentar. bem que esse otário do LFP poderia fazer uma reclamação no CNJ. Juro que não me defendo e aceito a aposentadoria agora. Me ajuda, babaca!!!!!!”

Vejam isso, meus senhores, um juiz que faz besteira, é aposentado.

Ou seja, se não serve pra ser juiz, vamos paga-lo (com nosso dinheiro, público), para que fique em casa, ou viajando pelo mundo, gozando a vida com nosso suor…

Por fim, o juiz diz que “se tivesse sido comprado, seria por um valor, imagino, entre 10 e 20% do valor da condenação”.

Aí eu pergunto, sem que estas perguntas refira-se a este caso especialmente: é este o valor que se cobra no judiciário, então?

E, por outra, um sujeito como o que foi “injuriado” e que receberia este “mísero” valor de 8 mil reais, não poderia dar um “por fora” ao juiz?

Ora, onde está, realmente, a seriedade da justiça?

Canalha? Babaca? Isto são modos de um juiz se manifestar?

O que a dona justiça teria a dizer sobre isso?

E o que a imprensa tem a dizer sobre isso?

Nada.

Não se mexe com os amigos da justiça e da imprensa, não é mesmo?

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Nojo

Quinto dos Infernos – pra lá devem ir todos os corruptos e corruptores

May 6th, 2012 by declev

Recebi por email a mensagem abaixo e achei interessante.

Apenas copio e colo, pedindo permissão ao autor anônimo.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Pra lá não quero ir

O “QUINTO DOS INFERNOS”

Durante o Século 18, o Brasil-Colônia pagava um alto tributo para seu colonizador, Portugal.

Esse tributo incidia sobre tudo o que fosse produzido em nosso País e correspondia a 20% (ou seja, 1/5) da produção. Essa taxação altíssima e absurda era chamada de “O Quinto”.

Esse imposto recaía principalmente sobre a nossa produção de ouro.

O “Quinto” era tão odiado pelos brasileiros, que, quando se referiam a ele, diziam

“O Quinto dos Infernos”.

E isso virou sinônimo de tudo que é ruim.

A Coroa Portuguesa quis, em determinado momento, cobrar os “quintos atrasados” de uma única vez, no episódio conhecido como “Derrama”.

Isso revoltou a população, gerando o incidente chamado de “Inconfidência Mineira”, que teve seu ponto culminante na prisão e julgamento de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário IBPT, a carga tributária brasileira deverá chegar ao final do ano de 2011 a 38% ou praticamente 2/5 (dois quintos) de nossa produção.

Ou seja, a carga tributária que nos aflige é praticamente o dobro daquela exigida por Portugal à época da Inconfidência Mineira, o que significa que pagamos hoje literalmente “dois quintos dos infernos” de impostos…

Para quê?

Para sustentar a corrupção? Os mensaleiros? O Senado com sua legião de “Diretores”? A festa das passagens, o bacanal (literalmente) com o dinheiro público, as comissões e jetons, a farra familiar nos 3 Poderes (Executivo/Legislativo e Judiciário)?!?

Nosso dinheiro é confiscado no dobro do valor do “quinto dos infernos” para sustentar essa corja, que nos custa (já feitas as atualizações) o dobro do que custava toda a Corte Portuguesa!

E pensar que Tiradentes foi enforcado porque se insurgiu contra a metade dos impostos que pagamos atualmente…!

Não deixem de repassar… desta maneira contribuindo para  relembrarem parte da História do Brasil…

Plebiscito contra o Imposto Sindical Obrigatório

April 16th, 2012 by declev

Diga não ao imposto sindical

Este mês meu contra-cheque veio R$ 83,97 menor.

Causa: “Contribuição Sindical”.

Considerando que eu já contribuo com o SEPE (R$ 27,89), são quase 112 reais a menos em meu salário este mês.

Quanto à contribuição ao SEPE, foi escolha minha e posso retirar assim que quiser (e farei-o, se quiser).

Ok.

Quanto ao outro, é mais um Imposto FDP que nos empurram bolso afora!

Sou obrigado a pagar algo que não quero pagar, mais uma vez.

Contribuo ao sindicato se quiser, não?

Por isso votei contra a Contribuição Sindical Obrigatória.

Faça isso você também:

Diga Não ao Imposto Sindical

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Contra

Vejam a sensata e maravilhosa decisão do juiz Rafael Gonçalves de Paula

March 5th, 2012 by declev

Já me aborreci diversas vezes por aqui com a (in)justiça brasileira por conta de suas decisões esdrúxulas.

Não sou a favor do perdão completo e irrestrito a tudo, mas a cada um conforme suas obras boas ou ruins.

Acontece que enquanto muitos assassinos confessos ficam à solta, enquanto um cara com 7 passagens pela polícia é posto em liberdade e logo depois assalta e estupra uma criança dentro de um ônibus… quem rouba uma manteiga ou uma melancia é posto dentro de uma cela.

Coerência e honestidade, é o que devemos esperar da justiça.

Portanto, só me resta calar diante desta sentença e pedir mil perdões sinceros ao Juiz Rafael Gonçalves de Paula por todas as vezes que generalizei em relação à (in)justiça brasileira, nestas horas merecendo o nome de Justiça.

A decisão do juiz Rafael Gonçalves de Paula

Enviado por Danilo Christiano Antunes Meira, em 16 de agosto de 2008
Palavras-chave: 124/03, insignificância, Rafael Gonçalves de Paula, Tocantins

Decisão proferida pelo juiz Rafael Gonçalves de Paula nos autos nº 124/03 – 3ª Vara Criminal da Comarca de Palmas/TO:

DECISÃO

Trata-se de auto de prisão em flagrante de Saul Rodrigues Rocha e Hagamenon Rodrigues Rocha, que foram detidos em virtude do suposto furto de duas (2) melancias. Instado a se manifestar, o Sr. Promotor de Justiça opinou pela manutenção dos indiciados na prisão.

Para conceder a liberdade aos indiciados, eu poderia invocar inúmeros fundamentos: os ensinamentos de Jesus Cristo, Buda e Ghandi, o Direito Natural, o princípio da insignificância ou bagatela, o princípio da intervenção mínima, os princípios do chamado Direito alternativo, o furto famélico, a injustiça da prisão de um lavrador e de um auxiliar de serviços gerais em contraposição à liberdade dos engravatados que sonegam milhões dos cofres públicos, o risco de se colocar os indiciados na Universidade do Crime (o sistema penitenciário nacional),…

Poderia sustentar que duas melancias não enriquecem nem empobrecem ninguém.

Poderia aproveitar para fazer um discurso contra a situação econômica brasileira, que mantém 95% da população sobrevivendo com o mínimo necessário.

Poderia brandir minha ira contra os neo-liberais, o consenso de Washington, a cartilha demagógica da esquerda, a utopia do socialismo, a colonização européia,….

Poderia dizer que George Bush joga bilhões de dólares em bombas na cabeça dos iraquianos, enquanto bilhões de seres humanos passam fome pela Terra – e aí, cadê a Justiça nesse mundo?

Poderia mesmo admitir minha mediocridade por não saber argumentar diante de tamanha obviedade.

Tantas são as possibilidades que ousarei agir em total desprezo às normas técnicas: não vou apontar nenhum desses fundamentos como razão de decidir.

Simplesmente mandarei soltar os indiciados.

Quem quiser que escolha o motivo.

Expeçam-se os alvarás. Intimem-se

Palmas – TO, 05 de setembro de 2003.

Rafael Gonçalves de Paula
Juiz de Direito

Hackers vazaram dados pessoais dos deputados estaduais que aprovaram o aumento da passagem das barcas, no Rio de Janeiro. Ligue e escreva pra eles!

March 4th, 2012 by declev

O Jornal do Brasil noticiou que Hackers que se dizem membros do grupo Anonymous vazaram dados pessoais dos deputados estaduais que  aprovaram o aumento da passagem das barcas, no Rio de Janeiro.

Eu tenho uma inveja desses que entendem tanto assim de informática… mas não sou capaz de fazer isso.

Segundo o JB,

O vazamento dos dados coincide com a revelação que o órgão contratado para fazer um estudo sobre as barcas apontou a necessidade de um aumento bem inferior ao anunciado. Ao invés dos R$ 4,50 anunciados pela concessionária, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) avaliou que a empresa deveria aumentar a tarifa para apenas R$ 3,18.

Então, eu repito a pergunta que fiz anteriormente:

Fala pra mim, fala: quanto vocês ganharam?

Fala pra mim, fala: quanto ela vai investir na próxima campanha de vocês?

Agora, quem quiser protestar, escrever, ligar, entrar em contato com seu glorioso representante naquela maravilhosa casa chamada alerj, já pode ter acesso aos dados de quem votou.

Veja aqui o recado que o grupo de cidadãos que teve acesso aos dados postou:

Olá cidadãos, mas hoje a mensagem se destina a nossos governantes e em especial aos do Rio de Janeiro.

Temos visto em todos os estados da União reajustes, muitas vezes acima da inflação, das tarifas de transporte público. Isso é inaceitável visto que esses reajustes não se justificam em nenhum momento.

No Rio de Janeiro todos os transportes sofreram reajustes, alguns maiores e outros menores. SuperVia (Odebrecht Transport Participações S.A.), ônibus (Fetranspor), Metrô (Grupo Invepar – Investimentos e Participações em Infra-Estrutura S.A) e a Barcas S.A. tiveram esses reajustes injustificáveis.

O reajuste em nenhum destes grupos empresariais se justifica além do fato de estarmos em ano eleitoral e se pensarmos no financiamento privado de campanhas tudo começa a soar melhor e mais coerente. Mas o povo não deve pagar essa conta!

Dos reajustes o mais absurdo foi o da Barcas S.A. que foi de mais de 60%, onde isso pode se justificar? Justifica-se em redução de liquides de mercado, uma vez que essa empresa estaria para ser vendida para o grupo CCR. Mas nenhum desses reajustes haveria ocorrido sem o aval de um seleto grupo de pessoas; Deputados Estaduais do Rio de Janeiro.

Senhores e senhoras, deputados e deputadas; esquecem que tem de servir aos interesses do povo e não aos interesses das empresas privadas? Esquecem que nós, cidadãos e contribuintes, que somos nós seus reais patrões? Sofremos diariamente em transportes que não garantem minimamente pela nossa dignidade e ainda temos de pagar preços absurdos como o Metrô mais caro do Brasil, por exemplo? Não, algo está muito errado!

Por todos esses motivos estamos disponibilizando para todos os cidadãos TODOS OS DADOS DE CONTATO DOS SENHORES E DE SEUS ASSESSORES para que o cidadão possa reclamar diretamente com vocês, nossos empregados!

Unidos como UM, divididos por Zero

Somos uma legião, estamos em seus gabinetes

Não esquecemos

Não perdoamos

Esperem por nós.

ANONYMOUS BRASIL

E vejam aqui as informações dos gloriosos representantes dos empresários, ops!, do povo.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Ainda possesso

Lista dos DePUTAdos que votaram a favor do aumento exorbitante das barcas/sa

March 1st, 2012 by declev

Me desculpem as ‘colegas’ trabalhadoras pelo trocadilho na palavra e também me desculpem a quantidade de palavrões, mas ando muito revoltado e só consigo escrever assim.

Abaixo coloco a surreal Lista dos DePUTAdos que votaram a favor do aumento exorbitante das barcas/sa.

Digo surreal porque o Partido dos Traidores, o que era o pt, antigo partido dos trabalhadores, votou EM PESO a favor do aumento das barcas/sa.

E também tem outros dePUTAdos e dePUTAdas que votaram a favor e que me fizeram perguntar: putakipariu, cadê o discurso bonito desses e dessas?

Como pode isso?

Não estamos falando de um aumento de 10% ou de 20 centavos, gloriosos trabalhadores representantes do povo.

Estamos falando de um aumento de R$ 2,80 para R$ 4,50 !!! Um aumento de R$ 1,70 numa tacada só!

E mais: para uma empresa que é uma merda, um cocô, uma safada, uma filadaputa que, como todos podem ver em uma pesquisa rápida que está se lixando pra concessão!!!

Que qué isso?

Fala pra mim, fala: quanto vocês ganharam?

Fala pra mim, fala: quanto ela vai investir na próxima campanha de vocês?

Não entendam isso como uma acusação, é só uma pergunta. Pode responder, sem medo. Se for ZERO, tenha a coragem de dizer: ZERO!

Mas não me venham dizer que “o cidadão só vai pagar R$ 3,10 com o bilhete único”, porque isso é balela pra ignorante votar.

SABEMOS que milhões, repito: MILHÕES do NOSSO dinheiro, que está nas mãos sujas de vocês, serão repassados a esta empresa para cobrir estes custos.

Milhões que o desgoverno deveria estar investindo na causa pública, na educação e na saúde, que, por sinal, é a pior dentre as capitais do país!!!

E não em uma empresa privada que opera uma concessão pública cobrando preços exorbitantes.

Por fim, caros palhaços como eu conterrâneos moradores do País dos Absurdos, imprimam a lista abaixo, divulguem, compartilhem, vamos acabar com a vida política desses filosdaputa.

E vocês verão, estupefatos junto comigo, que outros desgramas que têm que ser escorraçados da politica, votaram a contra o aumento.

Realmente, o Brasil não faz sentido e o Rio muito menos.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Estupefato.

ps.1: Me desculpem aqueles que ainda podemos chamar de “decentes”, pois sei que eles existem.

ps.2: Faço alguns comentários e coloco alguns links dos gloriosos dePUTAdos que votaram a favor. Vejam as incoerências.

.

Abaixo segue a lista dos deputados que votaram a favor e contra o aumento das barcas (Fonte):

VOTARAM A FAVOR DO AUMENTO DAS BARCAS E CONTRA O POVO:

Alexandre Correa – PRB
André Ceciliano – PT
André Corrêa – PSD  [Aumento de 12% pros servidores em 2014 é uma maravilha, né?, mas pras barcas “só” 60% deve ser pouco!]
André Lazaroni – PMDB
Aspásia Camargo – PV [As lideranças comunitárias não tinham que ser ouvidas neste caso também, aspásia?]
Átila Nunes – PSL
Bebeto – PDT
Bernardo Rossi – PMDB
Bruno Correia – PDT
Cidinha Campos – PDT [Pra quê esse discurso bonito, cidinha? Quanto ele vale? http://www.youtube.com/watch?v=q21rM03_R18]
Comte Bittencourt – PPS [comte já é figura tarimbada na defesa das empresas privadas, né, grande empresário da educação?]
Coronel Jairo – PSC
Dionísio Lins – PP
Dr. José Luiz Nanci – PPS
Edson Albertassi – PMDB
Geraldo Moreira – PTN
Gerson Bergher – PSDB
Graça Matos – PMDB
Gustavo Tutuca – PSB
Inês Pandeló – PT [Essa é do Facebook: “MANDATO SOCIALISTA DE UMA DEPUTADA QUE TRABALHA POR JUSTIÇA SOCIAL, ÉTICA E DEMOCRACIA”. Porra, inês, tá de sacanagem!!!]
Iranildo Campos – PSD
Jânio Mendes – PDT
João Peixoto – PSDC
Luiz Martins – PDT
Márcio Pacheco – PSC
Marcus Vinícius – PTB
Nilton Salomão – PT
Paulo Melo – PMDB
Pedro Fernandes – PMDB
Rafael do Gordo – PSB
Roberto Henriques – PSD
Robson Leite – PT
Rogério Cabral – PSD
Rosângela Gomes – PRB
Rosenverg Reis – PMDB
Sabino – PSC
Samuel Malafaia – PSD
Thiago Pampolha – PSD
Waguinho – PRTB
Zaqueu Teixeira – PT [“A emenda proposta pelo deputado Zaqueu Teixeira impediria que deputados, prefeitos e delegados fossem processados por ninguém mais senão um procurador-geral do Estado. Após muita polêmica, Teixeira desistiu do projeto nesta quinta-feira”. DePUTAdo do pt… Ahtá, preciso dizer mais alguma coisa??]

VOTARAM CONTRA O AUMENTO DAS BARCAS E A FAVOR DO POVO:

Altineu Cortes – PR
Andréia Busatto – PDT
Clarissa Garotinho – PR
Domingos Brazão – PMDB
Edino Fonseca – PR
Enfermeira Rejane – PCdoB
Flávio Bolsonaro – PP
Graça Pereira – PSD
Janira Rocha – PSOL
Luiz Paulo – PSDB
Marcelo Freixo – PSOL [Alguém tem que valer a pena]
Myrian Rios – PDT
Paulo Ramos – PDT
Samuquinha – PR
Wagner Montes – PDT
Xandrinho – PV

São muitos os absurdos envolvendo a concessionária barcas/sa, o desgoverno do sérgio cabral e, agora, a justiça do Rio

February 29th, 2012 by declev

Eu juro que quero desanuviar minha mente, mas ao ler essas notícias, não me contenho.

Os absurdos são tantos, tantos, tantos que, realmente, tenho cada vez mais vergonha de ser brasileiro e vejo que este é um blog que faz sentido.

Realmente, são muitos os absurdos envolvendo a concessionária barcas sa, o desgoverno do sérgio cabral e, agora, a justiça do Rio

Vamos por partes:

.

1º – A barcas s/a, uma empresa privada que opera uma concessão pública, é uma merda.

falei um pouco aqui, dando pequenos exemplos dos milhares de problemas que elas têm:

Divirta-se procurando outros problemas da barcas s/a. É fácil:

A poucos dias do polêmico aumento de 60% em sua tarifa, a Barcas S/A registrou defeito em três, das 15 roletas da estação Araribóia e revoltou passageiros com longas filas.

.

2º – A advogada das barcas tem a caradepau de dizer que as filas só duram 1 minuto

UM MINUTO!!!

Vejam esta fotografia aérea de um dia de fila:

E vejam a caradepau:

.

3º – O desgovernador sérgio cabral autorizou um aumento de 60% na tarifa.

A travessia entre Rio e Niterói vai ficar bem mais salgada para os usuários do sistema de barcas a partir do dia 1º de março. Cada trecho vai custar R$ 4,50, preço que representa aumento de 60,7% em relação aos R$ 2,80 cobrados hoje e que farão desse meio de transporte público o mais caro do estado do Rio.

.

4º – Governo mente e ainda injeta dinheiro (MILHÕES)nesta empresa merda.

Vejam esta notícia de 20 de dezembro de 2011:

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro aprovou projeto que permite o subsídio. O governo entrará com R$ 30 milhões para abater o aumento da passagem, que subirá de R$ 2,80 para R$ 3,10 em janeiro, e não R$ 4,10, sem o subsídio.

Perceberam?

O governo desviou 30 milhões do dinheiro público para esta empresa para que o aumento NÃO fosse para R$ 4,10

Mas agora…

A empresa foi autorizada a aumentar para R$ 4,50!!!!!

Se não tem alguém roubando o dinheiro público, Papai Noel existe.

.

5º – Com o cartão do bilhete único, o usuário “só” paga R$ 3,10 e, adivinha quem paga o resto?

A partir do dia 1º de março, os usuários das barcas portadores do Bilhete Único intermunicipal passarão a pagar R$ 3,10 de tarifa.

Mas…

Para os passageiros que não possuem o Bilhete Único, a tarifa será de R$ 4,50, também a partir do dia 1º de março.

E o resto?

Claro, o resto o governo subsidia, ou seja PAGA À EMPRESA COM O NOSSO DINHEIRO, DOS IMPOSTOS.

Impostores!

Olha a propaganda, que maravilha:

Reajuste

.

6º  – Então, as pessoas se organizam e combinam uma grande manifestação, especialmente divulgada pelo Facebook.

Vejam as imagens:

.

Agora, realmente, os piores absurdos:

.

7º – O professor Henrique Campos Monnerat está sendo acusado de incitação ao crime e apologia de crime por organizar e se manifestar contra o aumento abusivo das Barcas SA!!!

Está sendo processado por se manifestar contra este aumento!!!!

.

8º – E mais: o PSOL foi proibido pela justiça de participar da manifestação.

A 48ª Vara Cível do Rio de Janeiro concedeu liminar à Barcas S.A. proibindo o PSOL de protestar contra o aumento de tarifa programado para a próxima quinta-feira

Ãhn?!?

UM PARTIDO POLÍTICO PROIBIDO PELA JUSTIÇA DE PARTICIPAR DE UMA MANIFESTAÇÃO ???????

Putaquipariu, que país é esse?

Onde vivemos?

Que porra de justiça é essa???

Depois meu amigo diz que eu que tenho implicância com a justiça!!!

Que justiça??

Em que que está se transformando o Estado do Rio com esta quadrilha que está aí???

.

Por fim, sugiro a leitura deste texto:

Revolta das Barcas faz 50 anos. Revolta nas barcas continua.

.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Vergonha e cada vez mais, medo de morar no Brasil dos Absurdos

Para entender a questão da desocupação de Pinheirinhos e não achar que a justiça “fez o seu trabalho de impor a lei e a ordem”

February 25th, 2012 by declev

Não seja manipulável, é o primeiro recado que eu dou.

Nem sempre o que se vê ou o que se lê é o certo ou o verdadeiro.

Especialmente se sua fonte de informação são meios como a revista veja, o conglomerado globo ou o jornal a folha.

Não, o episódio da desocupação de Pinheirnhos NÃO FOI um simples ato de cumprir a lei e fazer valer o valor da propriedade privada.

Não, ser contra o que aconteceu em Pinheirinhos NÃO É ser a favor de que se possa invadir tudo e qualquer coisa.

Não caia na asneira fascista de dizer coisas como “Ah, você é contra a desocupação de Pinheirinhos, queria ver se fosse a invasão do seu sítio ou de seu apartamento!”

Isso beira à idiotice.

A questão de Pinheirinhos vai muito além disso e envolve usurpação do patrimônio público por grandes especuladores e a retirada de direitos de grande parte da população.

A defesa do estado da ordem ou da propriedade privada nunca pode se dar com a lei pendendo para um dos lados, como SEMPRE se faz, pendendo positivamente para os maiores fidpu e arrebentando a corda do lado dos mais fracos.

Além disso, passar por cima da lei foi o que mais se fez.

Dito isso, sugiro a leitura e assistura de alguns textos e vídeos que podem esclarecer.

Leia o depoimento do Senador Suplicy (por acaso, na Folha)

Leia também a cronologia dos fatos (Aconselho profundamente a leitura atenta deste artigo)

Pra quem tem preguiça de ler, veja o depoimento de um Defensor Público sobre o caso:

Se você ainda ficar do lado da desocupação, só tenho um conselho a te dar: se mata.

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Contra

 

 

Menina de 3 anos morre atropelada por jet ski. Até quando notícias assim?

February 24th, 2012 by declev

Vi diversas vezes um comercial institucional sobre segurança no mar com o Lars Grael, conterrâneo, campeão olímpico, que perdeu uma perna em um acidente com uma lancha.

Mas, mesmo assim, temos notícias de acidentes fatais que poderiam, facilmente, ser evitados.

Acidentes acontecem, mas por negligência? Até quando?

O que ocorre? São pessoas que acham que tudo podem e nada vai acontecer com elas.

O pior de tudo, oh!, grande justiça brasileira, é que elas têm razão…

Na maioria das vezes nada acontece.

Dono do jet ski é barão do lixo ligado ao PSDB

Máquina pertence à família do empresário josé cardoso, que pretendia disputar a prefeitura de Suzano em 2012 com apoio de alckmin; seu lixão coleciona multas por irregularidades e agora ele pode ser indiciado por homicídio doloso, já que emprestou o aparelho, que matou grazielly, ao afilhado

Este, pelo jeito, estava acostumado a tripudiar da justiça, das multas, das leis…

E por isso, talvez, emprestar o jet ski a seu sobrinho de 13 ou 14 anos brincar perto da faixa de areia, não tinha nada de mais.

Até quando?

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Mortal